23/07/2007

As crianças verdes

Num destes dias estava a ler o "Elfos e Fadas" de Édouard Brasey e chamou-me a atenção a história de duas crianças de tez verde, encontradas nos bosques de Wolfpits, em Suffolk no séc.XII.
" Um rapaz e uma rapariga com uma pele verde pálida foram encontrados nos bosques de Suffolk. Estavam os dois muito assustados e não compreendiam nada do que se lhes dizia. A principio recusaram-se a comer, até que se lhes apresentou um prato de feijão branco com molho que eles devoraram na hora. Eles habituaram-se progressivamente á comida dos mortais, mas o rapaz definhou rapidamente e morreu. A rapariga sobreviveu, perdeu a sua cor verde e aprendeu a falar. Foi assim que ela contou como é que ela e o seu companheiro viviam num país subterrâneo onde não existia nem dia, nem noite, mas uma espécie de crepúsculo permanente. Um dia, entraram numa caverna atraídos pelo ruído de um sino distante. O brilho do Sol deixou-os de tal forma estupefactos que caíram ao chão a berrar de pavor antes de se deixarem agarrar sem resistência pelos humanos."

2 comentários:

cinthia duim disse...

Oi amiguinha,

O awrd está na 1 coluna ok? logo em cima de destaque.
Um beijinho e obrigada por ter vindo conhecer + tarde de uma passadinha em em

http://fadinhasencantadas.weblogger.com.br

terá surpresinha

Bjsss

cinthia duim disse...

Oi querida,

Obrigada pelas doces palavras amei!!!
Pode pegar o selinho comemorativo e trazer p/ o seu lindo bloguinho ele merece!

Bjsss iluminados

Roda de Prata